Mães² e Associação Salvador levaram missão de sensibilização para a inclusão às escolas

Assinalando o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, as duas instituições promoveram atividades de sensibilização em três escolas do distrito do Porto, que abrangeram alunos, professores e restante comunidades escolares. As ações foram promovidas no âmbito do projeto CER+, que está a ser desenvolvido pela Associação Mães².

O testemunho de quem “sofre na pele” e no dia-a-dia todas as barreiras e todas as incompreensões de uma sociedade que, por vezes, ainda continua lenta na mudança de mentalidades e processos, foi ao encontro da sempre alta capacidade de escutar e questionar dos jovens e das crianças em contexto escolar.

Este foi o mote para três dias de sensibilização para as dificuldades que a sociedade atual ainda causa aos cidadãos portadores de deficiência em geral e, no caso, aos portadores de deficiência motora, promovidos pela Associação Mães², em parceria com a Associação Salvador.

O palco foi repartido pelo Agrupamento de Escolas de Vilela, que incluiu a Escola Básica e Secundária instalada na cidade de Rebordosa e a sua congénere da vila de Vilela, ambas no concelho de Paredes, bem como a Escola Secundária de Felgueiras.

Ao longo de três dias, “embaixadores” da Associação Salvador responsáveis do projeto CER+ da Mães² marcaram encontro com mais de três centenas de alunos para sessões de sensibilização e, no caso da Escola Básica e Secundária de Vilela, para a realização de “peddy-papers” nas áreas ao ar livre da escola e em alguns pontos das áreas comuns interiores, para que os alunos pudessem vivenciar as dificuldades que os “embaixadores” rapidamente demonstravam existir e que tornam muito difícil a qualidade de vida de quaisquer elemento da comunidade escolar que seja portador de deficiência motora.

No fecho, alunos e demais elementos da comunidade escolar preencheram inquéritos que relevaram o impacto das ações e a forma como a comunidade escolar absorveu a mensagem dos embaixadores eu a Associação Salvador colocou ao dispor da ação promovida pela Mães² e integrada no projeto CER+

A Associação Salvador atua na área da deficiência motora e foi fundada por Salvador Mendes de Almeida em 2003.

Já a Mães² – Associação Portuguesa de Mulheres com Filhos, foi criada em 2013 e tem como principal mote melhorar a vida das mulheres portuguesas com filhos e aposta no investimento da defesa e divulgação das questões da Igualdade de Oportunidades, devido os flagelos visivelmente existentes, nomeadamente, entre as jovens, apostando da conceção e implementação de projetos que contribuam para a mudança de mentalidades, como é o caso deste CER+, que tem como objetivo sensibilizar os estudantes do 3.º ciclo e do ensino secundário para as questões da Cidadania, mais especificamente na Igualdade de Género e de Oportunidades entre homens e mulheres. O projeto tem a duração de 36 meses, com início a 04 de novembro de 2019 e término a 04 de novembro de 2022.

O Projeto CER + aborda ainda temas relacionados com a Violência no Namoro, Direitos Humanos no Desporto e Cidadania no Desporto.

Após o interregno natalício e de ano novo e tendo sempre em conta as limitações causadas pelo combate à pandemia da Covid-19, estão já acordadas novas ações que, para além das escolas agora envolvidas, irão a outros espaços escolares da zona norte de Portugal.

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.